Idealizado em Berlim, projeto aposta na integração entre música, luz e espaço

A edição brasileira da Kubik está de volta. Desta vez, a instalação/clube idealizado em Berlim, se instala em Belo Horizonte e estreia já no próximo dia 18 de agosto com os sets de Felguk e KVSH.

O clube conceito é todo desenvolvido pelo escritório alemão Balestra Berlin e começou sua trajetória em 2006, com montagens em seu país natal e também em Barcelona, Paris, Milão, Dubai e Melborne, desembarcando no Brasil em 2016, com uma estrutura estabelecida em São Paulo. Felipe Batalha, um dos idealizadores do projeto em terras tupiniquins, destaca que o projeto mineiro vai apresentar uma ideia diferente da montagem paulistana, com uma instalação criada a céu aberto que “deve proporcionar ainda mais interação entre público, pista e música“. Com o nome de “Meandro”, o novo conceito deve focar ainda mais na percepção interativa do público em conjunto com paredões que delimitam a pista da dança.

Batalha comenta também que na edição mineira o clube deve trocar de cor em cada edição. “Sempre respeitando o conceito minimal que guia o projeto”, enfatiza.

Dessa vez a música também será voltada para o público de Belo Horizonte, com uma pegada mais ampla” isso em conjunto com a ideia – também implementada em São Paulo – de fomentar a cena eletrônica local. O projeto novamente conta com o apoio da Heineken e acontece em parceria com o Hangar 667.

Após o final da temporada em BH, a Kubik já tem seu próximo destino definido. A instalação deve seguir com um novo projeto para Curitiba, ainda em 2017.

Informações sobre o evento e programação estão disponíveis na página oficial do Facebook e também no Instagram @kubikbrasil.